Tokyo!

Grandes metrópoles sempre tem histórias curiosas, normais, diferentes…grandes cidades sempre tem histórias para contar. Dentro dessa idéia o filme Tokyo se desenvolve. São 3 histórias contadas por 3 diretores: Interior Design, de Michel Gondry; Merde, de Leos Carax e Shaking Tokyo, de Bon Joonh Ho.

Um casal que chega em Tokyo e tem que ser vivar pra viver, só que a ambição do menino é ser um grande diretor de cinema, enquanto ela, bem…perde o controle da vida, sentindo-se inútil e sem saber o que fazer. Essa é a história que conta Interior Design. Uma história simples que todos os dias acontece seja em Tokyo, São Paulo, Nova York, Buenos Aires… Mas o modo como a história é cotada surpreende. Principalmente o final.

Já em Merde, vem o velho medo do desconhecido. Um ser(-humano), que vive no sistema de esgoto da cidade de Tokyo, sai esporadicamente e assusta os moradores da cidade com seu jeito estranho de ser e seu modo agressivo (violento) de agir. Todos os cidadãos entram em pânico com o “monstro” que assombra a cidade e agride a todos. Dentro de todo o caos surge alguém que se comunica com ele. Bem daí a história toma outro rumo.

Seremos todos seres isolados do mundo? Em Shaking Tokyo, um homem decide se isolar do mundo, simplesmente não ter mais contato físico ou visual com o externo. Passa sua vida dentro de casa, a qual parece um museu de arte contemporânea, para comer pede sempre por telefone a entrega de comida e quando vai pegar-la não faz contato nenhum. Até que um dia, numa distração faz um contato visual e no mesmo instante acontece um tremor de terra. Então começa a descobrir a vida.

Os três curtas não possuem nenhuma relação, além do fato de se passar em Tokyo. Porém o trabalhos com as angústias, ansiedades, medos e os vazios das grandes cidades é algo que está presente nos 3 filmes. Cada um trabalhando numa estética, mass todos, absolutamente todos te envolvem, você não cansa um segundo de ver nenhum dos três curtas.

Talvez Tokyo seja um dos “pop” desta mostra, junto a Almodóvar.

Ainda tem sessão pra assitir! http://www.mostra.org/exib_filme.php?filme=52

Besitos, Soleil!

Momento Van Filosofia

Não sei se era a idéia dos diretores, mas fiquei pensando como nas grandes cidades somos tão vazios nas grandes cidades e muitas vezes nem percebemos as pessoas do nosso lado.

Anúncios

1 Response to “Tokyo!”


  1. 1 Delcio outubro 29, 2009 às 9:05 pm

    É Sol … pior q é por ai mesmo.

    Como bom caipira q sou, passo uns perrengues fortes de solidão em Sampalandia. Aí parece q se vc morrer sentado no trem e/ou metro irão te xingar pq vc está ocupando um lugar.

    Besitos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




¡Filosofia Soleil!

Just Looking

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Twito Logo existo


%d blogueiros gostam disto: