Meu Tatá(vô), uma conversa à At Last.

filosofiasoleil_atlast

Como todos os dias, entrei no prédio. O porteiro, William, me chamou pra entregar o condomínio e me disse pra descansar. Subi no elevador, apertei o botão com o número 4. Abri a porta do meu apartamento e como sempre estava tudo escuro. Liguei as luzes, fui deixando as coisas em cima da cama, criando aquele monte de coisas de um lado da cama. Quando fui para cozinha fever água para fazer um chá, passei pelo meu teclado que estava com a partitura de At Last. Meu desafio na prática musical. Uma música que mexe horrores com minha alma. Enquanto a água fervia, decidi sentar e estudar a partitura. E claro, mais uma vez não saí da primeira linha. No meu pensamento só vinha a frase que meu vô, Tatá, me dizia (em espanhol, claro): A música você precisa sentir, deixar a técnica de lado as vezes, e sentir com toda a alma.

Peguei meu chá, desliguei todas as luzes do apartamento, abri a cortina para a lua iluminar, deitei no tapete fofo da sala e coloquei At Last, cantada pela Etta James, para tocar no repeat. Fechei os olhos e deixei a música fazer a parte dela. Mas claro, que milhões de pensamentos pipocavam na minha mente, com tantas mudanças que estavam e estão acontecendo.

– Não tem problema ficar pensando em todas as coisas. Isso é porque a música está entrando em você e deixando os pensamentos virem, assim enxergar as coisas. – Abri meus olhos assustada! Moro sozinha, como alguém falaria comigo. Entre o medo e uma sensação de conforto, vejo meu vô, mi Tatá! Deitado no tapete, escutando e desfrutando a música. – Caro, deixa a vida fluir, deixa a música entrar na tua alma sem medo.

– Tatá, será que é por isso que não consigo sair da primeira linha de At Last? Não estou deixando a música entrar. Ou porque estou com multifoco, são tantos pensamentos que não consigo abstrair e concentrar na música.

Tatá fez aquele clássico sinal de silêncio com o dedo, quando o aproxima da boca. Entendi que era pra prestar atenção. E Etta James cantou:

“I found a dream, that I could speak to
A dream that I can call my own”

– O mais lindo na alma de um artista é não ter o medo de sonhar. Sonha. Sente. Muitas coisas, que você já sonhou, conseguiu criar e concretizar. Depois de tantas vezes que você por ansiedade se desesperou, como agora em tocar At Last, você conseguiu perceber que existia um tempo com um ritmo especial, aceitou e aconteceu.

– Sonhar… Todos dizem isso, que sou sonhadora, romântica e utópica. Só consegui equilibrar isso agora, aos 34 anos. Mesmo assim, não em todos os aspectos da vida. E em um não consegui. Até comecei equilibrada, quando cai no sonho e na ilusão. Na expectativa vazia. Afinal, a ilusão era só minha.

– Caro, mi niña, não é porque uma história dá errado que todas dão. Você já viu como teu sonho alimenta tua criatividade e tem um resultado lindo nas suas criações. Relaxa. Sente o ritmo, a pulsação da música em cada parte da tua alma. Como varia a melodia, assim como a vida. Lembra: tudo vai da percepção que tu tem.

– Do ponto que olho? Que sinto? Da forma que escuto agora Etta cantar?

– Exato! Se quiser sentir Etta cantando com melancolia, você pode. Mas é melancolia que Etta passa com essa voz? Com essa alma que ela canta? É técnica e melancolia que tu vai dedilhar no teclado? É assim que tu está vendo uma história que durou 8 meses, que um dia, mesmo sendo esta  sonhadora, tu viu que não era o que tu queria para vida, que sempre se prometeu não viver um papel de segunda opção?

– Não. Etta canta esta música como uma protagonista. Como uma pessoa que finalmente encontrou algo que completa sua alma, que sonhou e viu que era um sonho real. Que teve medo, mas não ficou parada por um medo. Um ritmo que mistura melodias que em todas as notas tem uma força, mesmo que seja uma pausa.

– É isso! Isso você tem que fazer na música e na vida. Ter a força que cada nota precisa, seja uma colcheia, uma fusa ou mesmo a pausa. A vida e a música são muito parecidas. Não tem como tu fazer em mais ou menos tempo. Cada nota é o tempo que tem que ser, a força que precisa, entra na alma de forma única. Escuta a potencia da voz de Etta acompanhada com a força de cada nota que é de dedilhada no piano.

Ficamos de olhos fechados. Parecia que cada nota, cada palavra que Etta cantava entrava com precisão na alma. Suavemente fui dedilhando no tapeta o que sentia, que claro não tinha nada a ver com a partitura. Era apenas o dedilhado da minha alma com At Last. A música deve ter tocado como umas 20 vezes, a cada vez entrava na alma com mais precisão. Em uma das vezes, eu já cantarolava a melodia e desenhava ela com o dedilhar dos dedos. Senti que meu Tatá cantarolava junto, até que houve uma pausa.

Era At Last, meu chá e eu, na sala. Depois de uma conversa sonhada com meu Tatá, na nossa clássica mistura de música e vida.

Momento Eu-Lírico 1
Aprendi com meu Tatá, que humor é fundamental nesta vida, ele era um sábio. Além de tantas outras coisas que aprendia nas longas conversas que tínhamos no café da manhã, almoço, chá da tarde, janta, regando o jardim nas férias que eu ia para o Chile. Minha alma artista vem daí, demorei pra aceitar essa alma, que com certeza desde que eu era pequena, meu Tatá já sabia que eu tinha. Ele só esqueceu de me ensinar jogar snooker… hehe

Momento Eu-Lírico 2
Me divertia no almoço, quando meu Tatá soube que eu esta aprendendo música, com ele me perguntando do nada escalas…me explicando a técnica musical e depois falando que antes de técnica é sentir. Sem contar que sempre me desejava feliz dia, no dia de Santa Cecília.

Anúncios

0 Responses to “Meu Tatá(vô), uma conversa à At Last.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




¡Filosofia Soleil!

Just Looking

Desenhando em novas superfícies 😊 (copo da @anatamasia ) #illustration #ilustracao #ilustracion #copo#vaso Lo racional es sensible. #illustration #ilustracion #ilustracao #brain #flowers #cerebro O Universo livre e pleno #illustration #ilustracion #ilustracao #mulher #mujer #woman Los sueños se abrasan para volar lejos ... parabéns Aline! #ilustracion #illustration #ilustracao #ilustrationart #ilustradores #dream #sueños #sonhos Que hacer cuando tan difícil creer? Lloras esperanza... #illustration #ilustracao #ilustracion #lloro #hope #esperaça #esperanza #choro Sobre sentir... #illustration #ilustracion #ilustracao #fellings #sentir Hoje é o aniversário da minha "vovis" brasileira, obvio q não de sangue mas de todo coração e alma! A pessoa q qdo finalmente saí do hospital, lá nos idos de 1979, foi me buscar junto com mamis e papis. É sempre teve uma paciência pra me aturar e com certeza posso dizer que a pessoa que tem todas minhas artes. Desenhos datados de 1980 e poucos. E hoje ele merecia que eu desenhasse a Nossa Senhora, Santa q ela é devota. Não manjo do paranawue santas, mas espero que ela goste. Todo meu amor por esta tia/vovis do ❤️ está em cada pincelada. #illustration #ilustracion #ilustracao #nossasenhora #santa Esas locas ganas de deslizar por el piano en un día de lluvia... #illustration #ilustracao #ilustracion #piano #music #umbrella #paragua #guardachuvas #jazz rabiscando e andando... #rough #boceto #rabisco #esboços

Twito Logo existo


%d blogueiros gostam disto: