El Botín de Guerra (2000) – Abuelas de Mayo!

“Lo que yo quería era no morirme sin abrazarlo. Y pronto lo voy a poder abrazar”, Estela Carlotto

 

 

botin-de-guerra-206x300

Ontem, Estela de Carlotto, presidente das Abuelas de Mayo, encontrou o que há décadas mais queria encontrar e abraçar: seu neto. Guido, um pianista de 36 anos, filho de Laura que foi “desaparecida” durante a ditadura militar na Argentina, no período de 1973-1986.

Com a divina notícia de Estela, lembrei de um documentário sobre a luta dessas Abuelas (avós) que além de terem seus filh0s “desaparecidos” (termo que surgiu na ditadura), tiveram seus netos amputados de suas famílias, afinal, os milicos acreditavam que deveriam deixar tais crianças com famílias de “bem”. Botin de Guerra conta a luta que o movimento Abuelas de Mayo faz para encontrar seus netos.

Os milicos argentinos, além de prender, torturar e assassinar os opositores ao regime, eles pegavam os bebes das famílias e davam para adoção a famílias que eles consideravam “de bem”. Há relatos de prisões de mulheres grávidas que após o parto eram assassinadas e seus bebês dado aos amigos do regime.

Todo o processo de busca, o processo legal, a parte técnica de tudo e mostrado no filme. Desde a difícil tarefa de localizar a pessoa, fazer a denuncia e começar a briga legal para o processo acontecer. E assim fazer acontecer o contato humano com a sua verdadeira família e história.

Botín de Guerra mostra o relato tantos das avós, irmãos e alguns pais que estão a procura, até hoje, dos netos, irmão e filhos. Até a época que o documentário foi gravado 60 netos já haviam sido encontrado, hoje esse número de netos é de 114, o último foi Guido. Como o caso de um dos bebês dado para adoção, no filme já um homem, que descobriu que um dos membro da banda Los Pericos, é seu irmão.

Um documentário com uma montagem com um ritmo que prende a atenção, com relatos impressionantes e pra lá de emotivos. Uma parte da história da Argentina que ainda está no processo de ter justiça. Que não deve ser jamais esquecida. #NoHayOlvido

Infelizmente não encontrei trailer, mas aqui vai um fragmento com depoimentos.

Momento Real 1
A felicidade de essas avós depois das angustias que viveram, ao encontrar seus neto é única. Uma vez que os filhos fora “desaparecidos”.

Momento Real 2
Espero na história Latino Americana isso jamais se repetir. E independente de direita ou esquerda, essas atrocidades não tem perdão nem esquecimento.

Música que várias bandas argentinas fizeram em um evento de apoio as abuelas, obvio, que Los Pericos está no meio.

Anúncios

0 Responses to “El Botín de Guerra (2000) – Abuelas de Mayo!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




¡Filosofia Soleil!

Just Looking

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Twito Logo existo


%d blogueiros gostam disto: